Conselho Editorial da Adonis analisa textos que vão compor oitava edição do Letra Viva

Após uma visita ao parque gráfico e editorial Adonis em 2017, por meio do projeto “Como nasce um livro?”, alunos de colégios públicos e privados escreveram histórias e desenhos e agora aguardam ansiosamente, por deliberação do conselho editorial, o nome dos selecionados que deverão compor a coletânea Letra Viva.

O concurso Letra Viva recebeu ao longo deste ano cerca de 820 produções de participantes que visitaram o projeto. São textos e ilustrações de alunos de Americana, Artur Nogueira, Cordeirópolis, Campinas, Hortolândia, Leme, Rio Claro, Sumaré, Valinhos e Paulínia.

Em 2018, a coletânea chega à sua oitava edição, inaugurando a categoria ilustrações, e permanece como um meio democrático de união de alunos de diferentes classes sociais e econômicas pela imaginação literária.

Os alunos que tiveram o trabalho selecionado serão notificados no início do ano que vem. O Letra Viva já publicou, desde 2010, cerca de 430 escritores mirins de colégios de toda a região.

Em 2017, o projeto “Como nasce um livro?” recebeu 4.400 visitantes de 57 escolas e instituições. A temporada atual do projeto homenageia o educador, escritor e psicanalista Rubem Alves e seu mais famoso livro, A menina e o pássaro encantado. A crianças são conduzidas por um percurso que abrange todos os setores de produção de um livro, além de um acervo do Instituto Rubem Alves com objetos pessoais do escritor. Ao final da visita, os alunos levam para casa dois livros, um deles assinado por Rubem Alves, e um convite para escrever uma história.

Letra Viva: Envio dos textos para análise do conselho

O concurso Letra Viva recebeu ao longo deste ano cerca de 820 produções de participantes que visitaram o projeto Como nasce um livro?.https://goo.gl/HXBvUn

Publicado por Editora Adonis em Quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

 

Saiba mais sobre

Deixe Seu Comentário